quinta-feira, outubro 12

Para ti

Onde mora o Sol? Dentro do teu coração
Como chego às estrelas? Sonha com elas

Onde vou? Conquistar o Mundo
Como vou? Aprendendo junto

Como ser feliz? Sê apenas tu
Como mudo o rumo? Cria novos sonhos

Porque me amas? Porque existes
E para que existo? Para fazeres o Mundo sorrir
E quem não sorri? Não te conhece!

Quem vou ser? 
Para sempre, dono do meu coração

[Agarra a minha mão e confia.
E quando a trovoada vier, juntos conseguiremos encontrar sempre o arco-íris]

quarta-feira, outubro 11

A solidão da maternidade

[em muitos casos] a maternidade molda a forma como passamos a viver a vida. Passa a escolher amizades, a separar umas e a plantar outras. A filtrar interesses e a colher outros. Passa a desacreditar empregos e a desenhar novos projetos. A re-aprender a gerir um corpo e uma consciência nova e a aprender uma vida nova. No fundo, a questão da maternidade passa a ser o nosso cerne, a nossa essência, o nosso confronto mais duro e cru com o nosso verdadeiro eu. E por isso, queiramos ou não, inevitavelmente passa a determinar a pessoa em que nos tornamos e a redefinir o meio em que nos movemos. Deixam de existir outras prioridades para além da única e só, que é o nosso filho. Deixam de existir muitas saídas, passeios, jantares, cinemas.. Deixam de existir momentos de total foco em nós próprias. Há a casa, as tarefas e as rotinas em primeiro lugar. Mas isto tudo para dizer que, no meio de tanta reorganização pessoal e principalmente quando somos mães a tempo inteiro, passa a existir, por vezes, um sentimento de total solidão. Não falo de uma solidão de mulher, amante, filha, amiga, tia ou enteada. Falo da solidão da maternidade. 

Faz sentido? Bom, para mim faz..

Nem sempre, nem nunca. Por vezes a solidão é um bom espaço de descanso dos outros. Mas por algum motivo vemos cada vez mais o surgimento de inúmeros grupos, blogs, plataformas.. Por algum motivo vemos cada vez mais partilhas de momentos, vivências, sentimentos, pensamentos.. Por algum motivo vemos cada vez mais uma necessidade de busca de sintonia, de compreensão, de entre-ajuda, de semelhança. E vemos isto porque quando passamos a ser mães [especialmente numa primeira fase], passamos a viver num casulo totalmente distinto de tudo o que já vivemos até aqui. Nós estamos a aprender tudo de novo. [Só não aprendemos o amor, esse é um dado adquirido]. E por isso há uma necessidade tremenda de partilha, de busca de uma palavra de conforto, de incentivo, de apoio e carinho. E nem sempre o é possível ir buscar ao nosso meio. Ou porque não temos uma rede familiar suficientemente forte. Ou porque simplesmente não nos conseguimos exprimir e sermos entendidas de igual forma. Por isso eu acredito que existe sim, a solidão da maternidade.

"Existe sim, a solidão da maternidade."

... Porque quando se vai beber aquele café com aquela amiga que não vemos há não-sei-quantos-anos, as conversas não vão ser as mesmas e o nosso interesse mútuo nem de perto. Mesmo que façamos um esforço, não vamos conseguir deixar de sentir saudades de falar daquele momento hilariante em que ele desatou a dançar no meio da sala, ou quando nos abraçou naquele dia, ou o quanto os beijinhos dele sabem tão bem. E a conversa vai parecer totalmente obcecada e vamos acabar por perceber que há uma falésia de ideais entre nós e que nem uma corda nos salva.

... Vamos perceber que o nosso marido vai chegar do trabalho, vai gostar de nos ouvir nos primeiros 10 minutos e depois há o cansaço que o consome e aquela história maravilhosa de como ele comeu uma romã inteira em 3 tempos vai parecer totalmente disparatada..

... Vamos perceber que a nossa mãe vai ouvir as nossas dúvidas e vai depositar em nós toda a bíblia sagrada da educação dos seus tempos..

... Vamos perceber que os tios são uns porreiros, mas que ele aceitar fazer tudo à primeira quando estão com eles, não é uma questão de jeito, é uma questão de novidade..

... Vamos perceber que o que sentimos e queremos dizer nem sempre faz sentido exprimi-lo a quem nos conhece. [talvez muitos não nos conheçam mesmo]. Que por vezes é no conforto de palavras de outras mães que encontramos um caminho. Que são nas situações que vivemos tão similares, que percebemos que está tudo bem. Que são nas dúvidas de outras que tiramos conclusões nossas. Que é também na capacidade que temos de nos inspirar em exemplos bonitos, cheios de luz e que também nos guiam. 

E por isso eu acredito que esta solidão que sentimos pode e deve ser colmatada. Existem redes suficientes para nos sentirmos acolhidas e seguras. 
Como em tudo, existe sempre o lado bom e o lado exacerbado. Mas se a nossa capacidade de filtragem for boa, conseguimos tirar o melhor partido daquilo que podemos colher.

[por favor, vejam o instagram da minniemars, um conselho de alguém que se deixa inspirar em muito por esta mãe!]

Martim na barriga às 36 semanas <3
Acompanhem-nos também pelo Facebook e pelo Instagram
Mafalda



quinta-feira, outubro 5

O dia dele são todos os dias ❤

Este é um amor antigo. O nosso com quase 6 anos e o deles com 2. 
Este é um amor verdadeiro, puro, sem filtros, sem propósitos a não ser o único propósito de existir. Para nos fazer bem. Melhores. Mais humanos. Sim, ele faz-nos mais humanos. Na sua simplicidade, na sua inocência e igual lealdade extrema. No poder de sarar as nossas feridas com uma lambidela no momento certo. No poder de nos escutar sem exigir retorno. No poder de ter nele uma paciência fora de série de mesmo tendo visto a sua vida mudar 360º, ter aceite, ter compreendido, ter aprendido a amar ao mesmo ritmo que nós.
Acredito, do fundo do meu coração, que ele sabe amar mais que nós. Sabe-o desprovido de qualquer artifício, de intenções, de exigências. 

E a cumplicidade que se ganhou entre os meus dois amores. O fundo sincero de se amarem mutuamente, de desconhecidos para inseparáveis, é um honesto e profundo obrigada que sinto..



A sensibilidade anda à tona e a roçar um tanto ou quanto a lamechice. Mas que importa? Se é tão bonito falar deles, deste amor. Eles são um dos grandes motivos por que sou grata pela vida que vivo, pelo amor que sinto, pela felicidade que tenho. A presença deles, o amor deles, infinito, inigualável é para mim um dos presentes maiores que a vida me deu.
Para quem não conhece, vive e sente de perto esta união, é quase inexplicável e inatingível de se compreender.
Eles não se distinguem em nada. Nem em raça, em idade, nem em feitio, em nada.. não se distinguem. Amam-se simplesmente. Para eles, eles são iguais, são feitos de amor. Não é o mais importante na vida?
Que maior ensinamento lhes posso transmitir que se não que o amor é poder tudo. o amor não distingue. que o amor é para ser vivido em pleno.
O amor que o teu filho terá pelo seu cão, é o mesmo que o teu se o souberes demonstrar.
Nesta casa não há só um animal.. existem dois filhos. Dois corações que batem fora do meu peito. Duas almas que me escolheram, que se enroscam no meu colo, que me pedem abrigo, embalo e carinho. Que me amam sem limites e que me olham com orgulho. 
Que se conhecem todos os dias e que dividem o seu espaço. Que partilham os seus momentos, emoções e carácteres. Que se zangam, resolvem e abraçam.
E eu sou apenas a mensageira deste amor.

O meu primeiro bebé. O primeiro colo. 

Sou grata todos os dias por vos ter e e poder ter 
o privilégio de vos acompanhar na vossa viagem de amor !
.
.
.
.
.

Acompanhem-nos também pelo Facebook e pelo Instagram
Mafalda





quarta-feira, outubro 4

2 anos de ti ♡

... m e u   a m o r ! 
{2 de Outubro de 2015}






.. e  um amor que nasceu, que cresce e se agradece sempre ! 

Obrigada por seres nosso filho
Obrigada pela l u z que nos dás
Obrigada pelas covinhas do teu sorriso
Obrigada pelas tuas mãos suaves
Obrigada pelo teu cheirinho que não esquecemos
Obrigada pelos teus olhos vibrantes
Obrigada por tudo o que já vivemos
e do que viveremos daqui em diante

És sonho, história e motivo
És o brilho do meu sorriso! 




Acompanhem-nos também pelo Facebook e pelo Instagram
Mafalda

quinta-feira, setembro 28

A mãe que sou



O que sou se não uma mãe a tentar fazer o melhor que sei.
A levar a vida da melhor forma que consigo.
A amar da forma mais intensa que sinto.
A rodear-me das pessoas [de interior] mais bonitas.
A conquistar as energias mais positivas.

A lembrar-me sempre do que mais importa.
A sorrir nos momentos mais injustos.
A abraçar os trilhos mais sinuosos.
A embalar este amor que me constrói.

O que sou se não uma mãe que aprende todos os dias.
Que desaprende em tantos outros.
Que sonha, mas que também cai.
Que espalha luz, mas que também chora.
Que partilha, mas que também se fecha.

Sou a mãe que sou e que a vida me desenha.
Que o meu filho me inspira a formar.
Que o meu eu de antes me ensina a aceitar.
Que o meu eu de agora aprende a ser.


segunda-feira, setembro 18

O meu bem mais valioso é ele e não tem preço!




Podia continuar e continuar e continuar a parafrasear os clipes deste maravilhoso filme, porque tudo o que é aqui dito, é a verdade em que eu mais acredito. "Não se importe em dar ao seu filho brinquedos caros e tecnológicos, você é a coisa mais importante na vida da criança" .. " Esse vínculo que você constrói com o seu filho faz toda a diferença do mundo." 

está tudo dito...certo?


o tocar, o olhar, o cheirar, o estar

questionam-me quando volto a trabalhar, ou, o que é que vou fazer a seguir? e eu questiono-me a mim mesma, será que faria sentido perguntar o mesmo se eu tivesse um emprego? 'O que eu faria a seguir?' A seguir de quê? De educar e cuidar do meu filho? De estar com ele, de verdade, de o sentir, de o escutar, de aprender com ele? Se eu dissesse que em todos estes anos em que fui adulta e que trabalhei em tantos sítios e conheci tantas pessoas e vivi tantas vidas, nunca aprendi tanto desde que fui mãe, acreditavam? Eu aprendo TODOS os dias! Sim, é isso mesmo. TODOS. Será que acontece o mesmo num trabalho comum? 

Eu sinto-me realizada todos os dias, com ele eu sinto FORÇA para ir em busca do que me preenche e do que me faz feliz, ele MOTIVA-ME, ele INSPIRA-MECom ele, eu AMO todos os dias, eu BRINCO todos os dias, eu RIO todos os dias, eu ABRAÇO sem tempo  todos os dias, eu VIVO todos os dias. Eu também me CANSO todos os dias, SUSPIRO todos os dias, SINTO FALTA de coisas todos os dias, mas isso faz parte de nós, seres humanos, vivos e pensantes. Mas a diferença de sentir isso está no facto de ser feliz por estar com ele verdadeiramente todos os dias, ao contrário de quando vivia antes dele. Com ele eu posso ser VERDADEIRA comigo mesma, todos os dias. Sinto-me mais humilde, mais terra e mais sonhadora também. Sinto-me mais humana, mais curiosa, mais presente. Tudo graças ao estar com o meu filho. 'Temos tanto a aprender com eles'.. digo isto vezes e vezes sem conta, as vezes que forem precisas para me entenderem de vez.

E se formos a pensar bem, não seria isto que tantas mães davam tudo por ter? 
Se pensarmos bem, se fizermos as contas ao dinheiro de agora, sim é curto, sim corta-se muito, priva-se de outros, veste-se menos bem e cuida-se menos, mas ganha-se tanto, tanto mais! Poupa-se tanto para o futuro deles, enquanto adultos. Poupa-se tanta falta de presença, falta de tempo e atenção. Tanto choro e dor de se separar de nós e nós deles. Podem refutar que mais tarde ou mais cedo isso irá acontecer, sim e vai, claro que vai.. mas vai diferente! Vai quando ele me entender, quando ele NOS entender melhor. Quando conseguir verbalizar o que sente e conseguirmos solucionar juntos os problemas. Quando eu sentir que o deixo seguro de que não fugi e que onde vai estar é um espaço de alegria e brincadeira, mas um espaço de passagem, porque sabe, aí já saberá, que onde pertence é connosco e isso não lhe será arrancado de forma nenhuma. 

Se me sinto grata por o fazer? Todos os dias! não porque possa mais que outros, financeiramente falando, não, não posso. Posso, porque prefiro isso a bens que nada me dizem. O meu bem mais valioso é ele e não tem preço. Prefiro todos os dias com ele a ir para uma ilha paradísica ou a saltar de loja em loja, ou em lhe dar mundos e fundos. Prefiro. Todos os dias, prefiro. Por isso, não, não sei o que farei 'a seguir'.. a seguir vou continuar a viver.. a cuidar.. a escutar.. a estar e a amar sem limites, mas com todas as certezas!


Acompanhem-nos também pelo Facebook e pelo Instagram
Mafalda

domingo, setembro 17

Dicas do M. ☆ Cuidados de Pele


é impressão minha ou começa, devagarinho, a chegar o frio? humm.. parece-me bem que sim! é uma pena de facto, nada como os dias longos, quentes e luminosos. mas eu sou daquelas pessoas [estranhas] que tanto adora o calor e o Verão, como assim que chegam os dias com cheiro a terra, a pedirem aquela camisola fofinha e um cházinho quentinho.. só não gosto mesmo do vento...serei a única? :)
mas e com estes dias mais frescos e ventosos, qual é a primeira coisa a ser sacrificada em nós? A pele! pois claro.. 
depois de meses a aplicarmos protetores solares e a hidratarmos a pele após a exposição, agora não é de menos importância continuar a fazê-lo, especialmente nos nossos bebés!
o pequeno M. tem uma pele óptima, mas como qualquer bebé, super sensível. como é muito branquinho, no inverno tende a ganhar um bocadinho daquelas rosetas vermelhas e por isso é essencial estar protegido contra as agressões do frio. vamos à nossa cesta da Corine de Farme e começamos então a usar este creme de rosto e corpo ma-ra-vi-lh-oso! Já ouviram falar em Cold Cream Vegetal? Pois bem, é isso! Feito a partir de cera de azeitona, manteiga de karité, extrato de calêndula e glicerina vegetal e agora com uma nova fórmula, sem sulfatos. tem um cheirinho delicioso e deixa-lhe a pele super macia e pronta a levar beijocas atrás de beijocas! [mãe chata, presente!:D]
uma dica simples. tanto após o banho, como essencialmente no rosto, antes de sair de casa, é o que basta para o sentir protegido e cuidado.



pele protegida ☆

Acompanhem-nos também pelo Facebook e pelo Instagram
Mafalda

terça-feira, setembro 5

S U N D A Y funday ✰ As lides domésticas


No Domingo fiz este post no facebook a referir-me o nosso S U N D A Y  Funday  ou melhor traduzido como, o nosso Domingo caseiro de volta das lides domésticas :)
Claro que para ser realista, todos os dias são dias de lides! Há sempre coisas a serem feitas, especialmente quando se está mais por casa durante a semana. Limpezas, lavagens de roupa, arrumações.. faz parte da minha rotina enquanto mamã a tempo inteiro. Mas, há sempre um dia em que me dedico mais em exclusivo a uma determinada tarefa e neste caso o Domingo, para tratar da roupinha e das gavetas do meu bebé.
Como surgiram algumas curiosidades acerca dos produtos e da organização, preparei um resumo do que uso e como faço.
 Espero que gostem! ♡


Sempre adorei tratar das roupas do M, mesmo dentro da barriga [como todas nós adoramos tratar para quando os nossos pintainhos nascerem]. Sempre me deu um gosto especial o momento em que as lavo, estendo, dobro, passo e arrumo cheirosinhas nas gavetas. Para mim é um acto de delicadeza, carinho e amor. Mesmo que depois durante a semana vá remexendo e não fique tudo perfeitamente arrumado [o mais normal no nosso dia-a-dia com ele por casa] mas quando trato, prezo por esse cuidado, gosto de sentir o aroma e a suavidade das roupinhas dele e acho que somos todas um bocadinho assim :)

Quando se trata das peças que ele usa, tento ser o mais cuidadosa possível com a questão dos produtos/químicos. É algo que estará sempre em contacto com a pele dele e apesar de ter uma pele óptima, não fazer reacção nem alergia a nada, prefiro saber que está o mais tratada o mais natural possível.

             

Organização
Já tentei ser daquelas pessoas que diz que não passa a roupa a ferro, mas não consigo! Principalmente a dele, sinto a necessidade de a deixar mais direitinha e como nem sempre consigo apanhar e dobrar logo ao pormenor [ou ele acorda, ou anda a saltar perigosamente em cima do sofá], eu acabo por deixar só dentro da cesta. Por isso, passo, não é o que mais gosto de fazer, admito, mas passo e alinho tudo na cesta, dividida e pronta a arrumar! ;)

Na organização da roupa e dos produtos de higiene, uso estas divisórias de gavetas do IKEA. Mais simples e eficaz que isto, não há!
São maleáveis, podem cortar à medida que querem e fazer as formas que mais vos der jeito! Nas roupas dele sempre fiz assim e porque são pecinhas mais pequenas, resulta na perfeição. Divido as camisolas de manga comprida, de manga curta, as calças, os calções, os fatos de treino, etc. Assim fica muito mais fácil de arrumar mesmo no meio da azáfama do dia-a-dia. 

 Na gaveta das fraldas também uso e de lado tenho sempre os produtos e/ou toalhitas Corine de Farme que necessito a cada muda [a ver vamos quando passamos para as cuequinhas, mas sem pressas]. Tenho também outra gaveta com os restantes produtos de higiene que posso mostrar mais para a frente, se quiserem.

 Também me questionaram como faço com os sapatinhos dele e assim mostro em baixo. Deixo uns arrumados dentro das caixas, como os que não usa tanto ou os da estação que passou e assim consigo criar mais divisórias na gaveta, entre os espaços das caixas e consequentemente mais espaço de arrumação! No mesmo espaço onde arrumo os sapatos, tenho também a cesta da roupa para lavar e a para passar. 



Os Produtos
✩  Para as lavagens da roupa na máquina [e às também por vezes à mão], uso o ECOver que podem encontrar no Celeiro e [pelo menos que eu saiba e onde compro] no Jumbo. Este é um detergente ecológico elaborado a partir de ingredientes à base de plantas e minerais. Tem um cheirinho delicioso e é super suave ao toque [não uso amaciador]. 

✩  Para as lavagens à mão, quando são só uma ou duas peças, recorro muitas vezes ao sabão de essência de alfazema que a minha mãe me traz, da Poção Mágica. São maravilhosos! Produtos naturais totalmente isentos de corantes, conservantes, amigos da natureza e do ambiente! Para além de ser uma marca nacional e da minha terra natal :)

✩  Para as nódoas e/ou clarear as roupas uso o bom e velhinho Bicarbonato de Sódio conseguimos fazer tantas coisas com este produto, não só em questões alimentares , de beleza e de saúde, como também em questões de limpezas domésticas. 

Formas de usar o bicarbonato

Lembram-se de vos dizer que não uso amaciador? Não, por vezes coloco uma colher no doseador da máquina e o resultado é tão o melhor :)

 Para tirar nódoas da roupa, ou simplesmente coloco um pouco do pó por cima da mancha e deixo atuar durante a noite e no dia seguinte é só sacudir! Ou se for uma nódoa mais chatinha, faço uma simples 'pasta' de bicarbonato com um bocadinho de água e/ou vinagre e esfrego levemente.

♡ Utilizamos também para limpeza mais a fundo e de peças maiores, como por exemplo carpetes e sofá. No outro dia foi mesmo isso que aconteceu. O M. ficou 5 segundo sem fralda e decidiu baptizar a carpete do quarto dele com um belo xixizinho e a solução foi esta! Fizémos uma mistura muito simples e super eficaz. Num frasco spray juntei água morna, um pouco de vinagre, uma colher de bicarbonato e um bocadinho do produto de lavagem e foi só espalhar pela zona suja. Deixei atuar, et voilá, como nova! Aproveitamos e usamos também no sofá para remover um cantinho sujo.

Para além de muito mais económico, fico tranquila de que não está rodeado de químicos e pode rebolar e esfregar-se à vontade :)



Poção Mágica

Espero tenham gostado e que vos possam ser úteis algumas destas dicas :)

Acompanhem-nos também pelo Facebook e pelo Instagram
Mafalda

[ Nota: Este post não foi de forma alguma patrocinado ou sugerido por nenhuma marca, foi feito pura e simplesmente para mostrar como fazemos cá em casa]

segunda-feira, agosto 14

Quarto do M ★ O Resultado Final


Desde que fiz este post sobre a remodelação do quarto do M. que fui recebendo vários pedidos de informação de alguns leitores sobre as marcas envolvidas e de certas peças. Depois de algum tempo para reunir todos os detalhes, organizar tudo, porque gosto de fazer as coisas bem feitinhas [isso leva tempo] e porque prometido é devido, aqui fica o resultado final do quarto de sonho do Martim [e nosso!] 

Podem ver o quarto antes aqui ♥

Decidimos participar no Concurso Cresce Consigo promovido pela Corine de Farme não esperando outra coisa a não ser a carta que iríamos mostrar ao nosso filho quando ele crescesse. Isto, apenas, foi o que esperámos receber ao participar. Obviamente que o prémio era super aliciante e nada mais nada menos do que um dos nossos maiores sonhos: ter um quartinho de sonho para o nosso bebé que está a crescer a olhos vistos! Mas jamais, em tempo algum, nos passou pela cabeça que iríamos ser a carta escolhida!

A inspiração vem de um amor muito intenso que vivemos nesta casa, a três, talvez tenha sido isso que fez com que, quem nos escolheu, sentisse o que nós sentimos cada vez que olhamos para o nosso filho... um amor arrebatador! ♥

Bom, mas a verdade é que ficamos incrédulos durante algum tempo e só quando recebemos a visita de toda a equipa cá em casa é que nos caiu a ficha da realidade e acreditamos que isto ía mesmo acontecer! E aconteceu! E foi das melhores coisas que já nos aconteceu até hoje, não só pelo sentido material - temos de facto o nosso quarto de sonho -, mas a nível pessoal, pelas pessoas com que nos cruzamos, conhecemos e criamos laços. Assim fez tudo mais sentido. Mais do que marcas e/ou profissionais, foram todas as pessoas que nos entraram pela casa, sempre dispostas, alegres e amigas e que refizeram, para melhor, um bocadinho da nossa vida e da nossa dinâmica familiar. 

Parece tolo dizer isto sobre uma remodelação de quarto, mas é muito mais do que isso! Este é o quarto do nosso maior amor, do nosso filho. O sítio onde ele e nós, passamos mais tempo do nosso dia quando estamos em casa. O sítio onde ele vai - muito provavelmente - crescer durante muitos e muitos anos. Onde vai rir, chorar, abraçar, beijar, ler, estudar, brincar, ouvir música, dançar, tocar.. viver! O sítio onde vai criar um mundinho só dele e levar-nos com ele.. Por tudo isto, é fácil perceber-se que este é mesmo um sítio muito especial para nós, muito mais do que apenas um quarto..

Podem ver também o vídeo lindo do resultado final 
[que já tanto nos fez chorar] 

Espero que gostem tanto quanto nós!

A maravilhosa tenda  ♥




O primeiro encontro serviu para falarmos todos sobre nós e claro, sobre o Martim! Os seus gostos e a sua forma de ser. Acima de tudo estava o bem-estar dele no seu espaço. A preocupação seria em primeiro lugar, que fosse mesmo um local de inspiração, que o fizesse amar estar ali, sonhar, explorar à vontade..

★ O Papel de Parede
Falamos da personalidade do Martim e claro, o seu lado explorador foi o de maior destaque! Na hora de escolher o papel de parede não houve grandes dúvidas.. depois de ursinhos e bonequinhos, demos de cara com este maravilhoso Mapa Mundo e tanto nós, como ele [que começou logo a querer sair do colo e a apontar para os desenhos], não tivemos dúvida alguma de que seria este o cenário de fundo ideal para criar o ambiente do seu novo pequeno/grande Mundo! Ele é um menino super curioso. Desde cedo que aponta para tudo à espera que lhe digamos o que é oquê e o porquê de tudo! [falei disso num dos meus primeiros posts]

Ele delira com isto. Por vezes mesmo depois de acordar, fica ali deitadinho a olhar... Dou tantas e tantas vezes com ele sozinho de frente para o papel a observar devagarinho ou a apontar para os barcos, as gaivotas, os símbolos.. 
É um papel de parede quase intemporal. O conceito do concurso era precisamente o de crescer com ele.. e este papel irá com toda a certeza crescer com ele de várias formas. Por agora gosta de aprender os nomes dos animais e descobrir o sítio deles. Mais crescido vai-se interessar mais pelos continentes. Depois pelos nomes em inglês e etc etc. Este papel de parede foi a melhor escolha que pudemos ter feito! 


     



                                                                         ★O Roupeiro
A intenção geral do quarto era ganhar espaço em arrumação mas sem o perder para o espaço de brincar/estar. Para isso foi criado um roupeiro à medida para dar o efeito de ser incrustado na parede da entrada e foi sem dúvida alguma "a" peça chave do quarto. Sendo que o roupeiro é enorme, posso ter um lado só para guardar os brinquedos e os outros dois para roupa, produtos, arrumações, etc. [é mesmo muito grande!]. O restante espaço do quarto fica disponível apenas e só para ele estar, à vontade! 

                                                                        ★ O Chão
Isto não é madeira, mas parece! Tem inclusive os nós e uma certa rugosidade a imitar a madeira, mas trata-se de umas placas, bem fininhas, que foram colocadas por cima do chão existente. Óptimo para as correrias e saltos do pequeno explorador. De tom suave, neutro e super, super fácil de limpar!




Estes são alguns detalhes de peças que já tinha na decoração e que bastou adaptar!
Podem também espreitar mais o pormenor o cantinho montessoriano que criei após a reestruturação final do quarto aqui ♥



E a mudança do quarto coincidiu com a mudança de dormida do Martim. Começamos a transição da nossa cama, para a caminha dele e não podia ter corrido melhor! Falei disso aqui ♥ 
[ainda vou dar seguimento a esse post!]

★ O Berço
O berço é na realidade uma cama modular, toda ela é desmontável e adaptável. Por agora serve como berço, mas podemos por exemplo tirar a grade, a gaveta por baixo e colocar um segundo colchão. Mais tarde desmonta-se e transforma-se numa cama singular e numa secretária (vejam no video).
 É es-pe-ta-cu-lar! 


★ As Luzes
As três nuvens dão um efeito tão, mas tão giro! Estão mesmo por cima da cama, o fio está fixo de forma a ele não conseguir puxar, mas tem o interruptor ao seu alcance. Ele pode ligar e desligar sozinho e ter uma maior percepção de causa/efeito e luz/escuro.

   Por esta altura, coincidência ou não, foi quando começou a dizer 'wuz' (luz)   e a sentir mais receio do escuro e a pedir-nos mais luzes pela casa heheh :)
Estes dois ♥  
No geral o quarto transmite tudo o que somos.. Inspira calma ao mesmo tempo que cria impacto. 
Transporta-o para um Mundo de descobertas, ali ele pode ser livre para explorar o papel de parede, esconder-se dentro da sua tenda, ir à janela espreitar os passarinhos [e em breve a nossa mais recente hortinha], tocar a sua viola, sentar-se a comer o seu lanche ou a desenhar, ou brincar com os seus carrinhos em frente ao espelho. 
Conseguimos sem dúvida criar o seu Quarto de Sonho, o seu Mundo Mágico!

Com a ajuda e carinho de todos, tudo se tornou muito fácil, fluído e divertido!!
Obrigada a todos que nos ajudaram a tornar este sonho realidade! 

E vocês aí, gostaram? ♥


Acompanhem-nos também pelo Facebook e pelo Instagram.
Mafalda


As Marcas

Concurso | Corine de Farme
Projeto Decoração | Lu Barradas
Pavimento imitação madeira | Tarkett 
Cama Modular | Traços Interiores

Roupeiro | A Catedral
Papel de Parede Mundo | Showroom 
Estore de Rolo | Bandalux

Mesa e cadeiras| IKEA
Caixas da parede | IKEA


Nuvens | IKEA
Candeeiro Tecto Sol | IKEA
Elefante banco iluminação | Traços Interiores
Tenda  | Arboretto
Tapete Azul | Arboretto
Colcha e Almofadas | Zara Home
Viola | Fragosa
Bastidor | L'Amora